Home / Formação / PR conforta pacientes operados às cataratas

PR conforta pacientes operados às cataratas

DOENTES operados gratuitamente às cataratas (doença da vista) no Hospital Central do Maputo (HCM) foram ontem confortados pelo Presidente Armando Guebuza, depois de terem sido assistidos com sucesso, na semana passada, por médicos chineses e duas moçambicanas, nomeadamente Natércia Fumo e Mariamo Abdalá.

Presidente da República

O Presidente da República transmitiu aos enfermos o seu calor, emoção e estímulo a um grupo representativo dos cerca de 300 pacientes que, durante uma semana foram operados no HCM no quadro da segunda Missão de Esperança chinesa.

“Já estou muitíssimo bem, Senhor Presidente. Posso voltar a ensinar a Química aos alunos de 8ª a 12ª classe”, garantiu Rui José, um antigo professor, ao mesmo tempo que olhava decididamente para o Presidente.

Inclinando-se de modo a ouvir com precisão os depoimentos dos doentes que acabavam de ser assistidos, Guebuza ouviu e registou episódios de alegria como resultado da intervenção feita pela tecnologia e saber chinês na ajuda à humanidade.

Ana Maria, uma das pessoas que viu parte do seu sonho ruir-se, pois não podia ver, hoje é uma mulher com esperança renovada. Tudo porque já pode decidir muitas coisas atinentes à sua vida depois da operação aos dois olhos.

“Eu só via sombra mas com a operação feita num dos meus olhos as coisas melhoraram muito. Obrigado à China e às médicas moçambicanas”, destacou, por seu turno, David Chilaule, outro paciente que recuperou a vista.

Armando Guebuza felicitou aos doentes

Tecnologia avançada

Na ocasião, Armando Guebuza felicitou aos doentes e encorajou-os a não pouparem esforços para o desenvolvimento do país e promoção do bem-estar das suas famílias.

“Noto que já dá para verem. Isto é o que queremos. Os médicos chineses vieram exactamente para devolver a vossa vista no âmbito da nossa cooperação. A nossa amizade não se circunscreve apenas ao nível do Exército e Governo. É uma amizade dos dois povos”, sublinhou.

Exército e Governo

  • Com base numa tecnologia avançada, os chineses operam às cataratas em três minutos contra os cerca de 30 que os médicos moçambicanos levavam. Entretanto, para responder a esta necessidade há já uma vontade de esta tecnologia ser transferida da China para Moçambique.
    • gbgb
    • kp+º
Médicos chineses

Com base numa tecnologia avançada, os chineses operam às cataratas em três minutos contra os cerca de 30 que os médicos moçambicanos levavam. Entretanto, para responder a esta necessidade há já uma vontade de esta tecnologia ser transferida da China para Moçambique.

Para mais informações, contacte Ana Antunes.

Visite o site do nosso patrocinador.

Faça o download do documento abaixo.

"

Entretanto, para responder a esta necessidade há já uma vontade de esta tecnologia ser transferida da China.

Ana

"

Autor

Idade

País

Sexo

Nome

Apelido

Ana Antunes 23 Moçambique F